Professores de escolas estaduais de Itapecuru recebem tablets educacionais

Deixe um comentário

Professores do Centro de Ensino Wady Fiquene recebem orientações para o uso dos tablets

Professores do Centro de Ensino Wady Fiquene recebem orientações para o uso dos tablets

Professores de escolas da rede estadual de ensino localizadas na Unidade Regional de Itapecuru-Mirim começaram a receber os tablets educacionais adquiridos pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em parceria com o Ministério da Educação (MEC). São mais de quinze mil equipamentos que serão distribuídos para professores de ensino médio da rede.

Nesta quarta-feira (22), o Núcleo de Tecnologia Educacional de Itapecuru-Mirim realizou a 1ª formação para uso do tablet educacional, com os professores do Centro de Ensino Wady Fiquene. A escola foi a primeira unidade da regional a receber a formação e os equipamentos.
Serão contemplados, com os tablets, trinta e sete professores dos turnos matutino, vespertino e noturno.

Participaram da formação e entrega dos tablets, o gestor regional de Educação de Itapecuru, José Carlos Santos Lago; a gestora geral da escola, Maria Lúcia Abreu Machado, e o gestor auxiliar, Evilásio Costa Barbosa Filho.

002726A formação foi ministrada pelos professores: Albertina Linhares, Deuzanira Montelo e Maria José Cordeiro e pelo técnico Welison Leandro.

O uso de tablets no ensino público é uma das ações do Proinfo Integrado – programa de formação voltado para o uso didático-pedagógico das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) no cotidiano escolar.

O tablet educacional, com acesso à internet sem fio, traz aplicativos desenvolvidos para a educação. O equipamento dos docentes funciona com Sistema Operacional Android, tem memória RAM de 512MB, tela LCD de sete polegadas, microfone, alto-falantes, câmera integrada e capacidade para armazenar até 16GB em arquivos.

Foram pré-requisitos para definir a distribuição de tablets: ser escola urbana de ensino médio, ter internet banda larga, laboratório do Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo) e rede sem fio (wi-fi).

Fotos/NTE Itapecuru

Data: 23/01/2014

Fonte: ASCOM / SEDUC MA

Anúncios

Seduc promove cursos de braille e libras para professores da regional de Itapecuru-Mirim

Deixe um comentário

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), através da Secretaria Adjunta de Projetos Especiais, da Superintendência de Modalidades e Diversidades Educacionais e da Supervisão de Educação Especial, promove, a partir desta segunda-feira (23), cursos de Formação em Braille e Libras para professores da Unidade Regional de Educação de Itapecuru-Mirim.

Os cursos acontecerão em dois módulos, com carga horária de 40 horas cada um. O primeiro módulo acontecerá até sexta-feira (27), nos turnos matutino e vespertino, no Centro de Ensino Itapecuru- Mirim, na sede do município. Foram disponibilizadas 25 vagas para o curso de braille e 30 vagas para libras.

De acordo com a supervisora de Educação Especial, Socorro Castelo Branco, a realização dos cursos é resultado do acompanhamento técnico pedagógico feito pela Seduc no primeiro semestre na URE. “Esta é mais uma das ações desenvolvidas pela Supervisão de Educação Especial, com a finalidade de fomentar a transformação do nosso sistema educacional em sistema educacional inclusivo, em cumprimento à Política de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva”, ressaltou.

 

Data: 23/09/2013
Fonte: ASCOM/SEDUC

Inaugurada escola quilombola em Itapecuru

Deixe um comentário

002380Ao participar da inauguração da Unidade de Educação Básica Elvira Pires, na comunidade quilombola São José dos Pretos, em Itapecuru-Mirim, nesta quarta-feira (31), o secretário de Educação, Pedro Fernandes Ribeiro, destacou que a entrega da obra pelo Governo do Estado é uma grande conquista para a população de origem afrodescendente no Maranhão. A solenidade contou com a presença do prefeito Mário Rogério Siqueira Amorim; deputados estaduais Fábio Braga e César Pires; ex-prefeito de Itapecuru, Júnior Marreca; secretários adjuntos da Seduc, Tadeu Lima e Conceição Andrade; vereadores e lideranças comunitárias da região.

“A escola é emblemática pela luta de vocês, mas precisamos trazer para a sala de aula o compromisso da família para alcançarmos resultados satisfatórios”, afirmou. O secretário também destacou o trabalho desenvolvido pela secretária adjunta de Programas Especiais da Seduc, Conceição Andrade, comprometida em buscar igualdade e oferta de educação de qualidade para os quilombolas, povos indígenas e a população do campo.

Fernandes ressaltou que a Secretaria de Educação definiu um planejamento estratégico com quatro grandes objetivos que são: atingir a melhoria do nível de aprendizado; implantar o regime de colaboração entre Estado, União e municípios; universalizar o ensino médio e combater o analfabetismo. “Até o final do ano, em parceria com o Movimento de Educação de Base (MEB), a meta da Seduc é alfabetizar mais 100 mil maranhenses para reduzir o vergonhoso índice de 19,1% de analfabetos”, realçou.

O deputado César Pires ressaltou que a inauguração da escola representava a concretização de uma antiga aspiração da comunidade de São José dos Pretos. A UEB Elvira Pires foi construída pela Seduc, em parceria com a Prefeitura de Itapecuru-Mirim, e atenderá inicialmente 254 alunos do ensino fundamental e médio, além de 70 alunos da educação infantil nos turnos matutino e vespertino. No período noturno, a escola atenderá aos alunos do ensino médio e a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A escola conta com seis salas de aula, videoteca, biblioteca, laboratório de informática, sala para o programa Mais Educação, área de convivência e banheiros adaptados. A escola ainda será contemplada com a construção de uma quadra poliesportiva coberta.

Data: 01/08/2013

Fonte: ASCOM – SEDUC MA

Estado Maior: Compromisso

Deixe um comentário

Compromisso

O secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes, cumpriu um compromisso que assumiu depois que chegou ao cargo. Inaugurou ontem, em Itapecuru-Mirim, uma escola destinada a comunidades quilombolas. Para tanto, contou com o apoio dedicado de Conceição Andrade, secretária-adjunta para assuntos dessa área.

Seduc promove 23ª edição das conferências intermunicipais de educação em Itapecuru-Mirim

Deixe um comentário

002279Cerca de 300 pessoas, entre prefeitos, secretários de Educação, gestores, alunos, pais e representantes de entidades participaram, nesta quinta-feira (23), da abertura da 23ª edição das Conferências Intermunicipais de Educação, que aconteceu na cidade de Itapecuru-Mirim. O evento reuniu os municípios que compõem a regional: Vargem Grande, Miranda do Norte, Matões do Norte, Nina Rodrigues, Pirapemas, Presidente Vargas, Cantanhede e Anajatuba.

A Conferência é organizada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), em parceria com o Fórum Estadual de Educação (FEE). No total, serão realizadas 28 conferências, que ocorrerão até o mês de junho, envolvendo os 217 municípios maranhenses. Na abertura do evento, o secretário de Estado da Educação, Pedro Fernandes, voltou a destacar a necessidade de construir coletivamente as soluções para a educação no estado.

002278“Sabemos que a educação é um dever de Estado, mas tem que ser, também, um compromisso de todos nós. Por isso, a necessidade de participar das conferências e discutir com a comunidade estas propostas. Soluções para a educação só serão construídas coletivamente”, frisou o secretário.

Pedro Fernandes fez um balanço do trabalho à frente da secretaria e ressaltou a importância da participação de todos na construção de propostas a serem apresentadas na Conferencia Maranhense. O secretário ressaltou que a educação tem que ser uma política de Estado e, por isso, a Seduc elaborou um plano de metas estratégicas para melhorar os indicadores educacionais do Maranhão.

“A educação nos coloca muitos desafios, e iremos enfrentá-los com grande determinação. Só com o conhecimento iremos conseguir operar as mudanças na condição de vida da nossa população. Para isso, temos que trabalhar juntos: Estado, municípios, pais e entidades”, finalizou Pedro Fernandes.

Conferências

As conferências, que tiveram início no mês de abril, na cidade de Timon, têm como objetivo garantir o debate, com vistas à elaboração de políticas educacionais que orientarão na melhoria da qualidade do ensino no Brasil e, em especial, no Maranhão, culminando nas propostas norteadoras à construção do Plano Estadual de Educação, que será proposto durante a Conferência Maranhense de Educação (COMAE), a ser realizada no mês de agosto.

Na abertura do evento, o gestor da Unidade Regional de Itapecuru, José Carlos Santos, destacou a importância da conferência e frisou que este é um momento de grande reflexão em torno do que se pensa para educação.

No evento, o secretário adjunto de Educação e coordenador da Comae, Fernando Silva, falou sobre os eixos que estão sendo debatidos nas conferências e que a Seduc tem trabalhado na construção de propostas consistentes para serem apresentadas na Conferência Maranhense e que serão levadas para a Conferência Nacional. “Estamos vivendo um novo momento. Estamos construindo conjuntamente as nossas propostas tendo como foco uma educação de qualidade”, frisou Fernando Silva.

O prefeito de Nina Rodrigues, José Ribamar da Cruz Ribeiro, enfatizou a união entre Estado e municípios para alavancar os índices educacionais e destacou que a participação dos pais e alunos é de vital importância.

Helder Aragão, prefeito de Anajatuba, ressaltou a importância do desenvolvimento de ações na área de educação. “Por meio das conferências, poderemos elaborar propostas fortes em prol da educação”, afirmou. Já o prefeito de Matões do Norte, Solimar Alves de Oliveira, disse afirmou que é por intermédio da educação que as pessoas conquistam uma vida digna, daí a grande importância da realização das conferências em todo o estado.

Depois de dar boas vindas aos presentes, o prefeito de Itapecuru Mirim, Magno Rogério, falou sobre o trabalho que vem desenvolvendo na área da educação no sentido de aumentar a inclusão no município. Ele ressaltou que este momento é fundamental para colocar os questionamentos e buscar saídas para os problemas, tudo em prol da melhoria dos índices educacionais.

 Fotos/Orcenil Jr

 Data: 23/05/2013

Fonte: ASCOM / SEDUC MA