Bancada maranhense pressiona DNIT para conclusão da BR-135

Deixe um comentário

dnit1709A Bancada federal maranhense exigiu na tarde desta quinta-feira (17) a liberação de verbas para a conclusão das obras da BR-135, em reunião com o diretor do DNIT, Walter Casimiro Silveira. Para os deputados maranhenses, a obra, que já dura mais de quatro anos, precisa ser finalizada.

“Esta é uma rodovia importante para o estado porque é a entrada para a capital São Luís. Por ela trafegam produtos que seguem para a exportação, tem grande fluxo e precisa ser finalizada para diminuir os custos e acabar com o sofrimento de milhares de maranhenses”, disse o vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão.

A deputada Eliziane Gama acredita que o governo federal deveria priorizar o desembolso de recursos para a conclusão da obra. “Esta é uma rodovia de fundamental importância para a economia do estado e as parcelas propostas pelo governo estão muito abaixo do necessário para a finalização”, afirmou.

O líder da Bancada, Pedro Fernandes, subiu o tom e vai discutir com a bancada um manifesto que deve ser assinado por todos os parlamentares federais maranhenses. “Estamos cansados do descaso do governo com esta importante rodovia para os maranhenses e não vamos aceitar a protelação da obra”, indignou-se o líder.

Anúncios

Toma posse nova diretoria do DNIT

Deixe um comentário

O secretário das Cidades, Pedro Fernandes, informa que tomou posse nesta sexta-feira (2/9) a nova diretoria do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes), inclusive os diretores geral e executivo. 

Como diretor-geral, substituto de Luiz Antônio Pagot, a presidente indicou o general do exército José Ernesto Pinto Fraxe. Na diretoria-executiva, no lugar de José Henrique Sadok de Sá, Tarcísio Gomes de Freitas, cordenador-geral de auditoria da área de transportes do CGU (Controladoria Geral da União).

Paulo de Tarso Campolina de Oliveira será diretor de administração e finanças; Roger da Silva Pêgas, diretor de infraestrutura rodoviária; José Florentino Caixeta, diretor de planejamento e pesquisa; Adão Magnus Marcondes Proença, diretor de infraestrutura aquaviária e Márcio Dirani, diretor de infraestrutura ferroviária.

“Estamos acompanhando de perto todas as modificações no DNIT já que interessa diretamente aos maranhenses, pois estamos no meio do processo licitatório da duplicação da BR-135. Com a posse da nova diretoria a licitação caminhará mais rápido”, diz Pedro Fernandes.

Deputado discute duplicação da BR-135 com DNIT

4 Comentários

Essa matéria foi publicada no blog do Décio: Clique aqui e no Imparcial Online: Clique aqui

Deputado pediu a duplicação de outro trecho de acesso ao Porto do Itaqui, que passa pela Barragem do Bacanga e colocou o Diretor-Geral do DNIT na linha telefônica com a Governadora do Maranhão

Dr. Pagot e Dep. Pedro Fernandes

BRASÍLIA – O deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) reuniu-se nesta quarta-feira (12/5) com o Diretor-Geral do DNIT Luiz Antônio Pagot onde tratou da duplicação de um trecho que vai do porto Itaqui ao bairro do Anjo da Guarda, em São Luís e de melhorias do trecho que vai do Anjo da Guarda à Barragem do Bacanga, inclusive com a colocação de ciclovias.

O argumento utilizado pelo deputado é que o PAC-1 já contemplou o “acesso ao Porto do Itaqui”, obra de 15 quilômetros que está sendo concluída no trecho que vai até a penitenciária de Pedrinhas, mas o trecho da Barragem do Bacanga também faz parte da BR-135 e é acesso ao Porto do Itaqui, portanto também devem ser beneficiados pelas melhorias.

Dr. Pagot, Dep. Pedro Fernandes e Dr. Gerardo

Durante a reunião, Pedro Fernandes colocou Dr. Pagot na linha telefônica com a governadora do Maranhão Roseana Sarney que comprometeu-se a também buscar os recursos para viabilizar as obras. Pedro Fernandes também convidou para a reunião o superintendesnte regional do DNIT, no Maranhão, Gerardo de Freitas Fernandes para reforçar o pedido do deputado.

“Foi importante esse contato para podermos solidificar o Projeto. Dr. Pagot disse que tem condição de ser feita sim esta obra no Bacanga e a governadora deu todas as garantias”, disse Pedro Fernandes.