BRASÍLIA – O deputado federal Pedro Fernandes (PTB-MA) fez um pronunciamento sobre a Copa do Mundo no Brasil nesta quarta-feira (25/6) na Câmara dos Deputados e o destaque foi a autoestima dos brasileiros. Leia na íntegra:

“Gostaria de registrar o sucesso da Copa do Mundo. Amanhã iremos terminar a primeira fase com grande sucesso e a pergunta que se faz é: qual o legado da Copa do Mundo? Eu vou citar vários legados.

Primeiro, nós vamos terminar a Copa do Mundo com um povo mais confiante, com a autoestima levantada; um povo capaz de promover um acontecimento da magnitude da Copa do Mundo; um povo que vai sentir que a sua engenharia está mais fortalecida; um povo que passou a se conhecer melhor — o Sul conheceu o Nordeste, o Sul conheceu o Norte, o Nordeste conheceu o Sul, porque estão todos ligados a essa Copa do Mundo.

Nós vamos ter um legado muito grande no turismo, mas o fundamental, Sr. Presidente, é que nós vamos ter um legado democrático muito interessante. Apesar da campanha orquestrada contra a Copa do Mundo, nós demos a volta por cima, não só o Governo, mas o povo brasileiro, sabendo se organizar, porque isso é um trabalho de todos nós.

Somos capazes de mostrar a nós mesmos as nossas mazelas. Claro que nós precisamos muito de saneamento, de saúde, de educação, de transporte público, mas nós vamos, com certeza, com essa Copa do Mundo, com essa discussão nas ruas, com essa discussão neste Parlamento, superar todas essas dificuldades.

A Copa do Mundo traz, como grande legado, a nossa autoestima revigorada. O povo brasileiro está se sentindo capaz, abandonando o complexo de vira-lata e a ideia que quiseram nos vender de que nós não éramos capazes de fazer um evento dessa magnitude. E nós não estamos só fazendo um evento de Copa do Mundo, nós estamos fazendo a Copa das Copas, a melhor das Copas, com 12 sedes, mesmo com as dificuldades. Havia uma necessidade sobre isso.

É claro que todas essas denúncias de superfaturamento, disso ou daquilo, serão apuradas, serão punidas, para que se possa realmente seguir democraticamente a vida deste País.

Estão de parabéns todos os organizadores. Eu quero registrar aqui o papel importante do Presidente Lula, quando decidiu trazer a Copa do Mundo para cá, da Presidenta Dilma, que assumiu esse compromisso, e destacar o papel importante do Ministro Aldo Rebelo à frente do Ministério dos Esportes e de todos que colaboraram com isso.

Eu só vejo elogios por onde passo, até do bom futebol que se está praticando, independente das organizações, da segurança, enfim, esse legado da autoestima, esse legado da coisa boa que está acontecendo no Brasil, até com relação à engenharia, que, a partir de agora, a gente sabe das dificuldades de uma infraestrutura.

De repente, parece que nós podemos resolver infraestrutura em 1 ano. Mas é preciso planejamento mais adequado, engenharia mais evoluída. Isso nós aprendemos, estamos aprendendo e vamos resolver o nosso problema.
Parabéns a todos nós que estamos fazendo esta Copa do Mundo! E eu tenho certeza de que a primeira fase já dá sucesso garantido”.