Secretário adjunto da Seduc, Tadeu Lima anunciou projeto de ampliação do centro durante aula inaugural em São Luís Foto/Lauro Vasconcelos

Secretário adjunto da Seduc, Tadeu Lima anunciou projeto de ampliação do centro durante aula inaugural em São Luís
Foto/Lauro Vasconcelos

Ao participar, nesta segunda-feira (24), da aula inaugural do Centro de Idiomas da Secretaria de Educação (Seduc), representando o secretário Pedro Fernandes Ribeiro, o secretário adjunto das unidades regionais, Fernando Tadeu Mendonça Lima destacou que o centro é o primeiro passo para a criação do Centro de Idiomas Vicente Maia, que será ampliado para outras regiões do estado.

Inicialmente, o projeto vai garantir o certificado de participação no curso de inglês a 750 alunos com a parceria da Universidade Federal do Maranhão (Ufma). De acordo com Tadeu Lima, o projeto nasceu com o intuito de oferecer uma oportunidade ímpar aos estudantes da rede estadual de ensino, interessados em participar e/ou aprimorar seus conhecimentos de idiomas.

Tadeu Lima ressaltou que a intenção da Seduc é ampliar estes espaços e levar os centros para as unidades regionais de educação, após a criação do Centro de Idiomas Professor Vicente Maya. O projeto, que dispõe sobre a criação do centro está em análise na Procuradoria Geral do Estado.

Para a secretária adjunta de Ensino, Leuzinete Pereira, os alunos que tomaram a decisão de aprender um novo idioma estão corretos em, aproveitar esta oportunidade. Ela destacou que adquirir conhecimentos em língua estrangeira é fundamental para a inserção do aluno no mundo contemporâneo e globalizado.

Naiara Sales Santos, da Ufma, frisou que projeto vem funcionando com êxito na universidade e ressaltou a importância da aprendizagem de uma nova língua. “Quando o aluno estuda um novo idioma, ele tem uma nova visão do mundo da cultura, história e geografia”, disse.

Ela destacou que a parceria com a Seduc era uma necessidade que se impunha à educação do Maranhão, acrescentando que a certificação só será entregue pela Ufma aos alunos com bom rendimento.

“Para as primeiras turmas foram matriculados 750 alunos. O curso terá três anos de duração e vai abrir vagas no mercado de trabalho com melhores salários”, pontuou Naiara Sales.

O curso será dividido em seis módulos de 60h cada, totalizando 360h em três anos. Ao final do período, os alunos que obtiverem rendimento satisfatório receberão certificado de conclusão de curso de língua estrangeira emitido pela Ufma, de valor igual àqueles obtidos nos cursos de língua convencionais.

Com as modalidades de inglês básico, médio e avançado, as aulas serão ministradas uma vez por semana com turmas de 25 alunos, distribuídos em três salas de aula, atendendo a 150 alunos dia, nos turnos vespertino e noturno. Os instrutores serão estagiários do curso de letras, que serão selecionados pela Ufma.

Data: 25/03/2014
Fonte: ASCOM / SEDUC MA